top of page

Impulso de Vida


Fui convidada por uma querida colega e amiga a me expressar no seu espaço sobre qualquer assunto. Escolho continuar falando da vida e de vida.


Vivemos num momento ímpar: o que de alguma forma nos rondava, irrompeu de forma voraz, alarmante, sem piedade e sem escolha.


A pandemia marcou o ano 2020 de nossa história ocidental. Já tivemos outros episódios, como a peste negra durante a Idade Média, a gripe espanhola no início do século XX ou até mesmo a recente ebola; quantas outras sem registro (ou sem divulgação) quiçá dizimando comunidades inteiras.


Fomos confrontados com nossas fragilidades individuais, comunais e institucionais. Num curto período de tempo, foram escancaradas a insensatez a que submetemos os outros e aquela a que somos submetidos.


Nos deparamos com a ganância de poder de nossos líderes, das instituições econômicas e com o uso das vulnerabilidades em prol das agendas pessoais.



Vimos explodir todos os antigos males, conhecidos há muito tempo, mas que em geral nos esforçamos enquanto sociedade para não ver ou discutir: a miséria, a violência, o racismo estrutural, a arrogância humana diante do outro e do mundo natural. Assistimos tudo isso desfilar diante de nossos olhos perplexos.


Estranhamente, ao mesmo tempo, persistiu um sopro de vida. Um sentimento de gratidão aos que lutaram e lutam pela vida.


Coletores do lixo urbano, profissionais da saúde, sepultaristas, cientistas, donas de casa - a todos e cada um que, com medo, saíram e saem de casa diariamente para dar sustento às suas famílias e manter os serviços essenciais à população atônita.


O momento de crise expõe ao olhar daquele que for atento uma chance: temos a oportunidade de nos observarmos no espelho e nos perguntarmos quem somos, bem como quem gostaríamos de ser.


Dou lugar às palavras que me ampararam durante esse exercício: "Pois eu sei muito bem o que tenho em mente para vocês, diz Jeová Deus. Quero que tenham paz e não calamidade. Quero dar a vocês um futuro e uma esperança. E vocês virão a mim em oração e eu vou escutá-los." - Jeremias 29:11



Claudia Dozzi

120 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page