top of page

O lado perverso do Mundo Digital

Principalmente em tempos de isolamento social milhões de pessoas passam pelo menos 1 hora por dia se entretendo com jogos virtuais. Por que são tão atraentes? Qual o poder de sedução em crianças, jovens e alguns adultos?


A contemporaneidade traz muito desafios, já que a realidade é bem difícil! Entrar no universo virtual é adquirir, poder, força, coragem, vantagens... é poder explorar mundo novos, ter espadas nas mãos, armas, bombas, lanças chamas, velocidade, habilidades marciais, ser ninja, mágicos, avatares , príncipes e transcender tudo o que o real tolhe. Construir, enriquecer, ter sexo, romance, beleza...


Os jovens que passam na clínica narram: “é como se eu estivesse lá”, ” parece que está acontecendo de verdade”, “quero ganhar e não posso parar para ganhar mais pontos”...


A psicanálise traz desde seus primeiros teóricos como Freud e Winicott alguns conceitos interessantes sobre a agressividade, tema de muitos jogos virtuais; alívio pulsional e resposta ao ambiente.


Alves 2003 afirma que a presença das tecnologias em especial dos jogos eletrônicos violentos na vida de adolescentes e jovens representa risco quanto a interação agressiva dos sujeitos.


O consumo do sexo virtual(pornografia), é tão explorada para os consumidores virtuais de jogos eletrônicos que o “papo” é só esse entre os internautas, pornografia é outra diversão experimentada junto como o consumo de um novo jogo ou site de relacionamento.


A pulsão da violência é a mesma do sexo explícito, animal, selvagem e degradante da pornografia(manifestação de do ID instância da psíquica, sem censura e pudor). Freud tinha razão, a pulsão precisa ser extravasada, principalmente quando aguçada. Crianças e adolescentes em processo e desenvolvimento são expostos maciçamente a esse conteúdo. Qual o resultado?


Alves-2003 fala que o cérebro em formação a dimensão inconsciente, irracional no domínio do imaginário modifica a sensibilidade social e afetiva.


O imaginário é um mundo de significações habitado não apenas pela ficção ou pelas fantasias produzidas para preencher faltas, mas tapar a lacunas da sexualidade. O universo virtual é o depositário de ilusões como cenas inverossímeis tão caras ao psiquismo infantil do adulto como o da criança em formação.

O afastamento da condição social, familiar, econômica, histórica e geográfica traz queda no rendimento escolar e acadêmico, assim como dificuldade de controle de impulsos, segundo estudo Dependência de Internet e jogos eletrônicos uma revisão-Revista Brasileira de Psiquiatria v. 30 Junho/08 após revisar 140 artigos científicos em 10 anos.


Referencia:

Alves.L - Matar ou Morrer In:Intercom- Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2003.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page