top of page

AUTOESTIMA por que é importante?

Autoestima é a relação que temos conosco mesmo e que preserva o senso de auto valor, a autodefesa e regula os nível das relações que temos conosco e com o universo. Em outras palavras ela fica evidente em como nos vinculamos com nosso corpo, nossa saúde, com as pessoas, ambientes, escolhas, perspectivas e com o futuro e vida.


Essa vivencia interna adquirida na infância precisa ser trabalhada na vida inteira, pois essa capacidade de confiar em si própria, de se valorizar, de se amar, se adaptar e se desenvolver afetará a cognição, desenvolvimento profissional, emocional e espiritual.


Quem não se ama: Não cuida do que come, nem da qualidade do sono, para de aprender e ter informações, tem amigos, colegas, namorados, noivos, companheiros... com péssimos hábitos, agressivos, auto destrutivos, aquém de sua cultura, padrão, escolaridade, intelectualidade e espiritualidade, porque se satisfaz com pouco e não se ama.Por não conseguir ficar sozinho apega-se a qualquer coisa e a maus hábitos, porque nãos tem boa expectativas sobre si e sobre o futuro. Quem não se amam, não se valorizam por isso escolhe pessoas que não ama genuinamente para ficar perto e aceitam essa relação. Aceitam empregos, carreiras e condições profisisonais ruins e abusivas.


Quem tem baixa auto estima perde o prazer de desfrutar as coisas e até mesmo de viver -, por conta de uma percepção negativa de si mesmo e do ambiente que o cerca, e isso influi diretamente na qualidade de suas escolhas e decisões, e no seu relacionamento com as pessoas.


A autoestima é adquirida na infância e infelizmente muitos pais não investe nesse setor da formação da personalidade do filho- não valida o filho para que ele se sinta confiante e digno de bem estar e felicidade; pouco elogia e não refirma seu amor incondicional. O filho só terá carinho se for bonzinho, se tirar boas notas, se obedecer... e o senso de sempre aguardar rege o caminho do fazer para ter, ou fingir para existir. Um grave erro na estrutura. Conheço pessoas presenteiam demais, cedem demais e são usadas por todos, mas aceitam relação de uso para ter quem gosta perto.


Quem tem uma excelente autoestima sabe enfrentar adversidades com confiança, tem uma visão positiva de si mesmo, valoriza suas habilidades e acredita em suas potencialidades. Considera-se competente pra os desafios da vida e quer ser feliz, pois se amam incondicionalmente.


Noto que aparece na clínica pacientes com baixa auto estima, já que muitos estão passando por: rupturas amorosa, falta de emprego, puerpério(período que a mãe tem após gestação, cuidando da criança, com desequilíbrio hormonal e longe das atividades rotineiras e sociais), mal das finanças, doente... porque o amor próprio é baixo e não se ama incondicionalmente, porque a autoestima precisa estar não só quando tudo está bem, mas fluir em obstáculos, adversidades e períodos de solidão.


O afeto por nós mesmo nos faz sempre querer mais, aprender, aceitar desafios, mudanças e viver plenamente a vida em todos os aspectos da vida, coloco a ilustro com a roda da vida porque o ideal e almejarmo relativa satisfação em uma vida plena e não pequena e só direcionada em um sentido.


Caso tenha baixa autoestima procure orientação psicoterapêutica, já que podemos ajudar a adquirir mais valor, afeto e perspectiva.


Sônia Augusta

11 99483-6799 Whats



92 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page